A Cor Vermelha Influenciando Sua Vida

Cromoterapia e Cromopuntura

Vermelho - Modelo: Pam - Arte Digital: Henrique Vieira Filho

Cor predominante no primeiro chakra, chakra básico ou chakra raiz. Chakra localizado na base da coluna vertebral, e está relacionado às nossas ligações mais elementares com a vida e a Terra, a sobrevivência e as formas mais primitivas e fundamentais de nossa força vital.
 
É uma cor quentíssima, estimula a euforia e representa a exalação de adrenalina. 
 
Não é recomendada para pessoas excitadas ou em estado de intensa fragilidade. Muito utilizada em ambientes excitantes e prazerosos, principalmente onde haja música, dança e entretenimento, e não devendo ser usada em escritórios, quartos, salas de terapias e consultórios de psiquiatria, psicologia e psicanálise.
 
 Em restaurantes, pode ser aplicada na pintura de ante-salas ou hall de entrada para a estimulação do apetite. É uma cor que não segura as pessoas no ambiente; e sim, ativa as pessoas a comerem com rapidez e liberarem lugar para outras, como nos fast-foods.
 
 A forma que representa a cor vermelha é o quadrado, e o elemento é a terra.
 
 Esta cor tem o ferro como seu representante. Quando uma pessoa passa por um estado anêmico de saúde, apresentando redução de glóbulos vermelhos, ela precisa ingerir o ferro através de medicamentos indicados por um médico, alimentos vermelhos e outros à base de ferro como o feijão, o morango, a maçã vermelha, a ameixa, a cereja (preta ou vermelha), a melancia, o pimentão vermelho, a beterraba com folhas, o rabanete, a groselha (preta ou vermelha) e a carne vermelha. Outros alimentos que não têm a cor vermelha, mas contém sua energia são: o espinafre, o alho-porro, o mastruço e o agrião.
 
 O vermelho representa a cólera da pessoa, a raiva (exalação da adrenalina).
 
 Pessoas com problemas renais e vesiculares são pessoas cristalizadas, que retém problemas e são críticas. Possuem excesso da cor vermelha no organismo.
 
 A cor vermelha comanda os sete primeiros anos de nossa vida. Daí, a energia excessiva das crianças até aos sete anos de idade.
 
 Como o vermelho é um condutor, pode trazer informações construtivas ou destrutivas.
 
 O vermelho tem a força de delinear e apontar os sentidos. Daí chamar-se alguém de “quadrado”.
 
 Esta cor representa o ritmo da vida, o funcionamento do coração, a rigidez (pode ser alegre, firme e determinado). Ela coloca as pessoas no compasso da vida.
 
 Para o vestuário a cor vermelha traz benefício às pessoas letárgicas, com falta de vitalidade, embora bem de saúde. Há alguns anos atrás, os estilistas decidiram que a cor da moda seria o vermelho, sem levar em conta as emoções. Embora essa cor seja bastante atraente em manequins de vitrines, causou naquele período, uma visível tensão emocional na população. O vermelho tem a tendência de abater o sistema nervoso.
 
 Uma pessoa irritada gera na maioria das vezes, um vermelho “raivoso”, e sem ter consciência disso. Um conselho é que a pessoa se cerque com a calma da cor azul (cor oposta ou equilíbrio), que neutralizará assim toda a sua irritabilidade.
 
 A cor vermelha é muito usada em ocasiões festivas por frequentadores das danceterias, e para aqueles que desejam ser notados. Porém, é ruim para as pessoas que se cansam facilmente. 
 
 Por ser o vermelho a cor do fogo e do sangue, sempre teve uma força enorme ao ser associado com o perigo e com os tabus relacionados aos ciclos mensais femininos. Foi uma cor usada durante muitas eras como a advertência contra a transposição de determinados limites.
 
 Uma pessoa pode trazer de nascimento o cromotipo “vermelho” isto é, a cor do espectro ou Arco-Íris, que estava em alta frequência no momento do seu nascimento e que impregnou seu organismo, constatado por um cromoterapeuta através do pêndulo. 
 
Algumas características poderão ser marcantes na vida desta pessoa como: Mulher poderá ser hemorrágica, ter a sensualidade exacerbada, ser pessoa inquieta, falante, às vezes ciumenta e ou agressiva, e ter grande fragilidade na parte ginecológica; já o Homem poderá ser sanguíneo, fica rubro ao falar (avermelhado), ser descontrolado emocionalmente (agressivo ou pavio-curto).
 
 O vermelho no passado era retirado da terra, e conhecido como ocre, sendo mais tarde extraído de plantas ou até de insetos.
 
 Por ser o vermelho uma cor tão atuante, é a cor mais poderosa de todas e precisa ser usada com parcimônia no processo terapêutico, sendo evitado em casos de problemas de pressão, por ter uma ação expansiva.
 
 Os efeitos emocionais e psicológicos da cor vermelha trazem animação, confiança, força de vontade, coragem e presteza para tomar iniciativa e superar a tristeza, o medo e as preocupações.

>DIRCEU BASTOS GALHARDI - CRT 40933 - Terapeuta Holístico

DIRCEU BASTOS GALHARDI - CRT 40933 - Terapeuta Holístico, trabalha com Cromoterapia, Radiestesia, Reiki, Auriculoterapia, Feng Shui, dentre outras técnicas.

 

 

Destaques da Edição