A Cor Preta Na Cromoterapia E Na Vida

Cromoterapia e Cromopuntura

Guerreira de Negro - Modelo: Andrea - Arte Digital: Henrique Vieira Filho

O preto é a ausência da forma. Representa a decomposição simbólica do barro (solo fértil) e a imensidão do útero universal. 
 
É condutor e portador da luz, guardando-a. É o mistério da vida. É a estrutura cósmica sem delimitação. 
 
Representa o caos com ordem. É o princípio elétrico, ausência de forma, é o aquecedor da vida, morte e o renascimento espiritual. É o vácuo, mas também a matriz aonde vai se formar a luz. 
 
Representa a raiz das energias dos ancestrais.
 
 
A cor preta simboliza a energia telúrica (Terra). É uma cor que não doa nem recebe, não proporcionando troca de energias. Quando você caminha sobre uma calçada de pedras portuguesas (pretas e brancas) em dias ensolarados, as pedras pretas ficam insuportáveis de serem tocadas pelo excesso de calor acumulado.
 
Quando se fala na linguagem das cores, o preto traz atmosfera silenciosa com um efeito repulsivo, isto é, de medo e com uma imagem espiritual da morte. Às vezes nos parece uma cor invisível e na prática, achamos que ela pertença a um juiz, um padre ou até ao demônio.
 
A cor preta simboliza o extremo, o mundo visível transformando-se em invisível, espiritual, que nos remete à escuridão física e espiritual. A extremidade escura toca o ponto da noite, da treva sagrada.
 
Todas as experiências se ligam ao preto. É lúcido, mas transparente, facilmente acessível ao impacto positivo e negativo. Na escala das cores, situa-se no final do vermelho e começo do violeta.
 
No passado, o cinema retratava às vezes uma temática deprimente, mostrando pessoas à beira de um colapso nervoso, vestindo preto. À medida que o seu estado emocional ia melhorando as cores à sua volta suavizavam-se.
 
Quanto aos trajes, há algum tempo atrás os homens usavam roupas escuras, quase sempre pretas para seus principais compromissos. O homem tinha que possuir uma roupa preta para atender compromissos sociais desde uma festa até um funeral. 
Hoje, tudo mudou e os homens usam roupas com cores que refletem sua individualidade.
 
As mulheres também costumam usar o preto numa série de situações, porém, muitas o evitam porque as faz ficarem pálidas. As mulheres deveriam reduzir o excessivo uso desta cor.
 
O preto é a cor para a omissão. As pessoas usam o preto para serem discretas. As mulheres gordas “escondem-se” muitas vezes atrás do preto, esperando parecer mais magras. Ainda que a cor preta possa esconder algumas evidências do excesso de peso, também esconde os traços bonitos da mulher. O preto tende a esconder o traço mais atraente da maior parte das pessoas: o rosto. Essa cor faz o sorriso parecer desanimado e os olhos sem brilho nem vitalidade.
 
Segundo Ruth Berger no livro “A aura e suas cores”, se a mulher gorda usasse cores vivas e agradáveis, se transformaria numa pessoa mais juvenil, feliz e teria menos receio das críticas.
 
O preto é muito usado nos funerais porque se trata de um período de depressão causado pela perda da pessoa. Na China, os funerais usam a cor branca, por acreditarem que a pessoa falecida foi para um lugar feliz, alcançando uma elevação social e espiritual.
 
Algumas vezes o preto pode parecer elegante. Só que muitas vezes esta aparência é causada por outros fatores, tais como o brilho e o esplendor que emana da pessoa que está usando essa cor. 
 
O brilho poderia ser mais pronunciado se essa pessoa estivesse usando outra cor.
 
Muitos jovens gostam de trajar o preto com frequência. Ela faz com que os jovens formem grupos estanques (fechados), impedindo que interajam. 
 
A cor preta faz parte do primeiro chakra como a cor vermelha. Por isso, faz com que as pessoas tenham a sensação de verticalidade, aumento de agilidade e opressão. 
 
Daí as danceterias utilizarem em demasia as cores preta e vermelha.
 
As mulheres orientais usam muito o preto para guardarem sua sexualidade. Na maioria das regiões agrícolas de Portugal e Espanha, o preto é muito usado por homens e mulheres na vestimenta para aquecê-los no inverno.

>DIRCEU BASTOS GALHARDI - CRT 40933 - Terapeuta Holístico

DIRCEU BASTOS GALHARDI - CRT 40933 - Terapeuta Holístico, trabalha com Cromoterapia, Radiestesia, Reiki, Auriculoterapia, Feng Shui, dentre outras técnicas.

 

 
 

Destaques da Edição