Forma Holística

Terapia Corporal

Medidas - Modelo: Luana - Arte Digital: Henrique Vieira FilhoA estrutura do corpo físico tem adúnias formas anatômicas. A Forma Holística é uma expressão da mente na qual o cliente, manifesta natural e espontaneamente, as referências que lança de si na construção da sua Imagem Holística, revelando limites exteriores  de uma parte da superfície do seu corpo físico.

A forma é um holótipo em que há descrição, contudo, por si só não é representativa de um princípio explicativo,  e por isso, deve ser interpretada com minudência, pois é com fundamento nela que a Forma Holística é avaliada.

Os professores  da UFMG, Dângelo e Fattini afirmam: “Na grande variabilidade morfológica humana há possibilidade de reconhecer o tipo médio e os tipos extremos, embora toda sorte de transição ocorra entre os mesmos. Os dois tipos extremos são chamados longilíneos e brevilíneos. Os longilíneos são indivíduos magros, em geral altos, com pescoço longo, tórax muito achatado ântero-posteriormente, com membros longos em relação à altura do tronco. Os brevilíneos são indivíduos atarracados, em geral baixos, com pescoço curto, de tórax de grande diâmetro ântero-posterior, membros curtos em relação à altura do tronco. Os mediolíneos apresentam caracteres intermediários aos dos tipos precedentes.”¹

Quando da interpretação das formas, isoladas ou em conjunto, o Terapeuta não deve esperar encontrar sempre as mais recorrentes, contudo, é usual que qualquer forma revele informação importante.

Para o escritor e grafólogo espanhol Augusto Vels (1917-2000), “O predomínio da forma sobre o movimento expressa um tipo de pensamento, de sentimento e de vontade naquele que tende a seguir as regras, padrões de conduta e normas que levam a um comportamento bem definido e organizado de acordo com as exigências da família, da sociedade e da profissão.”² 
As formas das imagens holísticas podem também revelar a abordagem terapêutica necessária naquele momento, e, na sua análise, os seus fatores tais como:  idade,  sexo,  raça,  tipo físico,  grau de escolaridade,  profissão,  domicílio rural ou urbano,  naturalidade e, o entorno em que o cliente atualmente está vivendo, devem ser considerados, sem a pretensão da interpretação num átimo. Em consequência disso, o Terapeuta reconhecerá sem hesitação que, ficar atento para a estrutura do corpo físico, é uma necessidade imperiosa.

As Imagens Holísticas que proporcionam os melhores aspectos sob os quais as formas devem ser observadas são aquelas do corpo físico de costas. As mais recorrentes são as formas quadrada, redonda, triangular e retangular.

FORMAS HOLÍSTICAS

SEGMENTOS CORPORAIS

PREDOMÍNIO

1. QUADRADA

TRONCO E CABEÇA

LÓGICA

2. REDONDA

CABEÇA

DISPONIBILIDADE

3. TRIANGULAR

TRONCO

AUTO-RECONHECIMENTO

4. RETANGULAR

TRONCO E MEMBROS

DIVARICADO

 

 

A forma quadrada é aquela que revela a habilidade de pensar e raciocinar, ou seja, a capacidade de inferir e chegar a conclusões. Quanto mais quadrada for, maior será a preocupação com os argumentos para corroborar uma conclusão ou evidência explícita. Contudo, o predomínio da lógica não impõe processos de pensamento, tampouco regras para inferir, revelando apenas métodos de crítica para a avaliação coerente da inferência, e, um adequado modo de pensar. A forma quadrada não traduz o interesse do cliente pela descoberta.

A forma redonda revela disponibilidade,  aceitação, pendor à influência, tolerância excessiva, acolhimento e compreensão, com o predomínio do afeto e da emoção.

Para o psicoterapeuta britânico Graham Music “as emoções” desempenham um papel fundamental, e os “afetos” são as emoções associadas à ideias. A emoção é o equivalente de afeto na linguagem cotidiana, tendo um caráter mais objetivo que sentimento. Existe um quê de artificial em separar afeto e emoção de outros aspectos da vida mental, como cognição e memória. Aliás, quando escreveu pela primeira vez sobre as lembranças reprimidas do abuso sexual na infância, Freud mostrou que a recordação de acontecimentos traumáticos está intimamente ligada aos sentimentos.” ³

A forma triangular revela que é essencial ao cliente reconhecer-se em tudo o que faz, e que não consegue se expressar em situações onde não exista o auto-reconhecimento. Sente-se mais confortável quando atua de modo individualizado e sua socialização poderá ser difícil, pois se sente melhor experenciando sozinho.

A fisioterapeuta mineira Nereida Vilela ensina: “quando se encontrar uma forma triangulada o cliente não aceitará naturalmente o que o terapeuta diz por que tem que bater com a cartilha dele, com a bíblia dele, com a verdade dele. Ele não se convence com facilidade. Ele aceita, acopla e associa, é uma pessoa que tem a capacidade de escolher não estar junto para estar com o próprio. Isso equilibrado é juntar a fome com a vontade de comer. O excesso disso pode construir uma postura egocêntrica e uma pessoa dissociada de todo o conjunto social. A negação disso pode tirar a pessoa da referência de si mesmo, e ser aquilo que o vento mandar ser”. 4

A forma retangular revela a necessidade do cliente em fazer experimentos até que a sua compreensão seja alcançada. Seu foco é a divergência que o incita a revisar sempre o que já fez.

As dificuldades na identificação das Formas Holísticas podem ser suprimidas pela observação atenta do corpo físico do cliente, pois cada caso exige necessidade de maiores informações para pavimentar a avaliação possível, contudo, cabe ao Terapeuta, definir onde encontrá-las, sempre tendo em vista não subestimar, mas estimular a ampliação da autoestima.

Assim, as formas nas Imagens Holísticas são expressões conscientes e intencionais, pois revelam a autoexpressão lógica, as características de disponibilidade, a necessidade de experimentos e, uma profusão de tendências que se externam para revelar a demonstrabilidade do cliente e a abordagem terapêutica necessária naquele momento .

 

Para saber mais:

www.sinte.com.br/revistaterapiaholistica/   

www.holopedia.com.br

 

¹ Dângelo José Geraldo e Fattini Carlo Américo. Anatomia Humana Básica. 2ª edição, pg.3. 2002. Editora Atheneu-SP.

 ² Augusto Vels. Escrita e Personalidade. Tradução de Rolando Roque da Silva. 9ª edição, pg. 105. 1999. Editora Pensamento Ltda. São Paulo-SP.

³ Graham Music. Conceitos da Psicanálise. Afetos e Emoções, pg. 7. Copyright da edição brasileira Duetto Editorial, 2005. São Paulo-SP

4 Vilela Nereida. Interpretação do Desenho do Esquema Corporal. 17/05/2006- Aula 9. Núcleo de Terapia Corporal Ltda. Belo Horizonte - MG.

 

 

 

>Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico

Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico, trabalha com Reiki, Calatonia, I Ching, Florais, Terapia Corporal e Fitoterapia, dentre outras técnicas.

amimhaddad@amimhaddad.com

 

Destaques da Edição